10 de dez de 2014

CHAMADA 2015 - CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada (Fluxo contínuo e número temático)


A partir do mês de dezembro de 2014, os CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada passaram a receber submissões em fluxo contínuo.

A revista publica trabalhos escritos por pesquisadores doutores ou em coautoria com pesquisadores doutores vinculados a instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais.

Aceita-se a submissão de artigos, resenhas e entrevistas inéditos em português, espanhol, francês, italiano e inglês, desde que estejam de acordo com as normas previstas nas Diretrizes para autores. O Conselho Editorial reserva-se o direito de alocar, segundo o fluxo de avaliação, os trabalhos aprovados nos números 1 ou 2 do volume em preparação.

Número temático

O n. 2 do vol. 13 dos CASA abrigará um dossiê sobre o tema "Enunciação e interação em discursos na internet", sob a responsabilidade de Diana Luz Pessoa de Barros (USP/Mackenzie) e Lucia Teixeira (UFF), editoras convidadas. O número publicará também contribuições fora da temática, sob a rubrica Varia. As submissões relacionadas ao número temático deverão ser identificadas no campo "Comentários para o editor" (ao final do "Passo 1. Iniciar submissão") com a menção "Número temático vol. 13, n. 2". As submissões para o dossiê serão recebidas até 15 de agosto de 2015.

Para mais informações, acesse: http://seer.fclar.unesp.br/casa/index

2 de dez de 2014

CHAMADA: Revista Gragoatá

Está aberta a chamada para submissão de artigos e resenhas para a Gragoatá 38, com publicação prevista para junho de 2015, dedicada à área de estudos linguísticos. Os artigos poderão ser enviados até 31 de janeiro de 2015. Os autores deverão consultar as Orientações aos Autores.

18 de nov de 2014

Dissertação - O tempo na interpretação musical: uma escuta tensiva

A sugestão de dissertação desta semana é a pesquisa " O tempo na interpretação musical: uma escuta tensiva". Sob a autoria de Marina Maluli César, o trabalho foi defendido em 2012 no Programa de Pós-Graduação em Linguística da FFLCH/USP, sob a orientação do Prof. Dr. Luiz Tatit.

Resumo: Este trabalho tem como fundamentação teórica a semiótica de linha francesa e seus recentes desenvolvimentos tensivos. Tomamos como objeto de nosso estudo as variações de ritmo e andamento presentes em um texto sonoro, pela abordagem do plano de expressão musical. O objetivo deste trabalho consiste em compreender como tais possibilidades discursivas se articulam durante a realização da obra por um intérprete, a partir das indicações presentes na partitura. Após considerações iniciais sobre o texto e o intertexto musical, cuja finalidade é determinarmos o modo como estas potencialidades são manifestadas, consideramos o tempo em diferentes níveis segundo Gérard Grisey (1987, 2004, 2008) e Messiaen (1996, 1995, 1994). Em um segundo momento, buscamos articular os diferentes tipos de escuta segundo Schaeffer (1966) e Greimas (2008) ao considerar o ouvir como um fazer, o qual requer a aquisição de competências para tal. Partiremos da noção de ritmo em uma perspectiva fundamentada na semiótica tensiva em considerações sobre este tema propostas por Greimas e Courtés (1986), Valéry (2007), Zilberberg (1990, 1996, 2001, 2011) e Tatit (1998, 2010b). Finalmente, com apoio dos estudos sobre temporalidade realizados por Zilberberg e dos desenvolvimentos propostos por Tatit, empreendemos uma análise de seis interpretações de dois Noturnos de Chopin, sendo duas do opus 15 n. 3 e quatro do opus 27 n. 2, tendo como parâmetro de comparação o uso do tempo rubato durante as performances musicais. Nosso objetivo foi então estabelecer algumas diretrizes para se compreender os mecanismos de construção do sentido que resultam nos enunciados característicos do discurso musical, segundo as intenções de cada intérprete.

Palavras-chave:  Escuta; Interpretação musical; Ritmo; Tempo; Tensividade.

17 de nov de 2014

XX Colóquio do Centro de Pesquisas Sociossemióticas - CPS

O XX Colóquio do Centro de Pesquisas Sociossemióticas - CPS acontecerá entre os dias 24 a 28 de novembro de 2014 na PUC-SP.

Confira a programação completa neste link.

Local: Monte Alegre, 984
Bairro Perdizes, São Paulo, SP
TUCA: Mezzanino

10 de nov de 2014

LIVRO: "Perfil do Leitor Brasileiro Contemporâneo - Os livros mais vendidos no Brasil de 1966 a 2010", Arnaldo Cortina


Fruto de sua tese de livre-docência, a obra de Arnaldo Cortina traça um refinado panorama do leitor brasileiro contemporâneo.

Sob o aporte da semiótica discursiva, o autor analisa os livros mais vendidos no Brasil de 1966 a 2010, partindo do pressuposto de que os livros mais vendidos são também os mais lidos.

Vencendo preconceitos e barreiras, "Perfil do Leitor Brasileiro Contemporâneo - Os livros mais vendidos no Brasil de 1966 a 2010" mostra que é possível delinear o éthos do leitor a partir de suas escolhas de leitura, que são também reflexos da cultura contemporânea.

Arnaldo Cortina é livre-docente pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquisa Filho", onde é professor do Departamento de Linguística, e vem disseminando as sementes dessa obra tão produtiva entre seus orientandos.

Vale a pena conhecer esse trabalho!

No site da editora Mercado de Letras, é possível explorar o conteúdo: http://mercado-de-letras.com.br/resumos/pdf-08-09-14-20-25-09.pdf

E adquirir a obra: http://mercado-de-letras.com.br/livro-mway.php?codid=389



7 de nov de 2014

Conferência de Eric Landowski na Unesp/Araraquara: "O olhar semiótico - em tempo de crise" (18/11/2014)

Acontecerá no dia 18 de novembro de 2014, terça-feira, às 14h30, na Unesp/Araraquara, a conferência de Eric Landowski (CNRS/Paris): "O olhar semiótico - em tempo de crise". 

A conferência será realizada em português e seguida de um debate.

Local: Unesp/Araraquara, sala 30, FCL. 60 vagas.

Inscrições em breve disponíveis em: http://pitagoras2.fclar.unesp.br/inscricoes/.

Eric Landowski é pesquisador aposentado do CNRS (Paris) e mantém uma longa colaboração de pesquisa com o Brasil, especialmente com o CPS/PUC-SP, com a FFLCH/USP e com a FCL/Unesp, onde já ministrou diversos cursos e palestras a convite do Grupo CASA. Entre as suas obras mais importantes, podemos citar Presenças do outro (Perspectiva, 2002), Passions sans nom (PUF, 2004) e Interações Arriscadas (Estação das Letras e das Cores, 2014, no prelo). Landowski é fundador e editor da revista Actes Sémiotiques e um dos precursores da Escola Semiótica de Paris, juntamente com A. J. Greimas.

A conferência conta com o apoio do Programa de Pós-graduação em Língua Portuguesa e do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários da FCL/Unesp, câmpus de Araraquara.

3 de nov de 2014

CHAMADA: Revista Estudos Semióticos

A revista on-line Estudos Semióticos, publicação semestral do Programa de Pós-Graduação em Semiótica e Linguística Geral da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, está recebendo artigos e resenhas para o volume 11, a ser editado em dois números no ano de 2015. Podem ser propostos trabalhos que se enquadrem na área da semiótica ou em domínios conexos que lidem com os signos, os textos, os discursos e as práticas sociais produtoras de sentido, desde que tais trabalhos sejam inéditos e dialoguem com as teorias semióticas. A revista aceita contribuições em português, francês, inglês, espanhol e italiano.

Os artigos e as resenhas podem ser enviados pelo site da revista ( http://revistas.usp.br/esse ) ou pelo e-mail rev.esse@usp.br até a data-limite de 31 de dezembro de 2014.

31 de out de 2014

Séminaire de Sémiotique de Paris: Programação para 2014

Séminaire de Sémiotique de Paris divulgou nesta semana a programação de suas primeiras quatro sessões.

O seminário é realizado sempre às quartas-feiras, das 13h30 às 16h30. A partir deste mês, os encontros acontecerão em novo endereço: Maison Suger, 16, rue Suger 75006 Paris (M° Odéon), na sala de seminários.

Confira abaixo a programação e os resumos das apresentações:




05/11/2014

Jean-François BORDRON: La transmission de l'histoire et le souvenir du présent

Jacques FONTANILLE: Sémio-anthropologie de la transmission


19/11/2014

Alessandro ZINNA: Retour sur l’immanence : présentation des travaux rassemblés dans le numéro spécial de Tópicos del Seminario (Puebla), en prolongement du séminaire 2012-2014

Ivan DARRAULT-HARRIS: Les rebelles à la transmission


03/12/2014

Denis BERTRAND: Texte, lecture et transmission

François RASTIER: Transmission et sémiotique des cultures


18/12/2014

Paolo FABBRI: L'histoire contrefactuelle : ce qui aurait pu se passer

Os resumos estão disponíveis no link: https://www.dropbox.com/s/wgbza7iv4051yyv/Seminaire-premier%20programme%20%281%29.pdf?dl=0

8 de set de 2014

LIVRO: "Sémiotique de la photographie", Maria Giulia Dondero e Pierluigi Basso



Nossa sugestão de leitura deste mês dialoga com as atividades realizadas pelo Seminário de Semiótica na semana passada, quando tivemos a honra de assistir ao curso “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle”, ministrado por Maria Giulia Dondero (ULg/FNRS) e Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/UNESP) na Faculdade de Ciências e Letras da UNESP/Araraquara. Quem não pôde comparecer ao curso, pode ouvir as aulas por meio dos podcasts disponibilizados no blog:

O livro Sémiotique de la photographie, escrito por Maria Giulia Dondero e Pierluigi Basso Fossali (IULM/Milão), trouxe inúmeras contribuições para a semiótica visual. Ao retomar os textos clássicos de Barthes, Floch, Schaeffer, Sontag, entre outros, o livro vem sendo considerado um tratado da pesquisa atual sobre a fotografia.

As discussões apresentadas nessa obra mostram que a presença da fotografia atravessa uma multitude de direções de significação, devido às intenções de sentido que ela manifesta. Para Maria Giulia, a fotografia pode ser considerada como textualidade, objeto material entrando nas práticas, gêneros, estatutos ou lugar virtualmente atravessado por percursos interpretativos variados. Além disso, é preciso considerar as diversas intenções das imagens fotográficas: estéticas, religiosas, científicas, midiáticas, etc.

Pierluigi Basso Fossali apresenta uma cuidadosa leitura da semiótica peirciana e de seu uso possível na análise da fotografia, o que retira de Peirce a mera nomenclatura de “classificador de signos”. Basso mostra que as três categorias fundamentais de Peirce, o ícone, o índice e o símbolo, ganham sentido em um percurso interpretativo ligado ao ato de enunciação.

Essa obra é muito importante não apenas para os estudiosos da semiótica visual, mas também para todos os semioticistas que se interessam por questões de enunciação.


(Resenha baseada no texto de Jean-François Bordron: 
<http://culture.ulg.ac.be/jcms/prod_812752/fr/semiotique-de-la-photographie>).

PODCAST - “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle” (AULA 4)

Acompanhe o quarto e último encontro da disciplina “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle”, com a professora Maria Giulia Dondero (ULg/FNRS), sob a coordenação do professor Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp) e com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa (PPGLLP) da FCLAr/Unesp. Aula realizada em 05/09/2014.





Se preferir, faça o download do áudio.


6 de set de 2014

PODCAST - “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle” (AULA 3)

Acompanhe o terceiro encontro da disciplina “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle”, com a professora Maria Giulia Dondero (ULg/FNRS), sob a coordenação do professor Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp) e com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa (PPGLLP) da FCLAr/Unesp. Aula realizada em 04/09/2014.





Se preferir, faça o download do áudio.


4 de set de 2014

PODCAST - “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle” (AULA 2)

Ouça a segunda aula da disciplina concentrada “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle”, ministrada pela professora Maria Giulia Dondero (ULg/FNRS), sob a coordenação do professor Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp) e com apoio do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa (PPGLLP) da FCLAr/Unesp. A aula foi realizada em 03/09/2014.




Se preferir, faça o download do áudio.


3 de set de 2014

PODCAST - “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle” (AULA 1)

Ouça a primeira aula da disciplina concentrada “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle”, ministrada pela professora Maria Giulia Dondero (ULg/FNRS), sob a coordenação do professor Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp) e com apoio do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa (PPGLLP) da FCLAr/Unesp. A aula foi realizada em 02/09/2014.


Se preferir, faça o download do áudio.


1 de set de 2014

REVISTA ACTA SCIENTIARUM

Publicação trimestral da UEM (Universidade Estadual de Maringá).
Submissão de trabalhos na área de Linguística, com temática livre, até dia 30/09/14
Mais informações pelo site: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciLangCult.

25 de ago de 2014

Dissertação - VIDAS EM JOGO: UMA ANÁLISE SEMIÓTICA DA TELENOVELA (PosLing/UFF)

A sugestão de dissertação dessa semana é um estudo semiótico da novela Vidas em Jogo, transmitida pela Rede Record entre 2011 e 2012. A pesquisa foi desenvolvida por Alexandra Robaina dos Santos sob orientação da Profª. Dra. Sílvia Maria de Souza, e defendida em 2013 no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal Fluminense (UFF).


SANTOS, A. R. Vidas em jogo: uma análise semiótica da telenovela. 2013. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, Instituto de Letras, Universidade Federal Fluminense, Niterói.

RESUMO: A dissertação analisa a telenovela, o gênero televisivo mais popular do Brasil, sob a perspectiva da Semiótica Discursiva. Elege-se como objeto a novela Vidas em Jogo, produzida e exibida pela Rede Record entre março de 2011 e abril de 2012. A telenovela é tomada como um texto, isto é, um todo organizado de sentido, devido à filiação teórica adotada graças a qual se considera texto todo e qualquer objeto dotado de significação. Dentre as ferramentas teóricas fornecidas pela semiótica, este trabalho se concentra nos níveis narrativo e discursivo, a fim de compor, por meio da análise, o esquema narrativo concretizado discursivamente por meio dos temas e figuras utilizados. Ao fim da análise, busca-se traçar a imagem de enunciatário inscrito na telenovela, bem como observar em que medida o discurso da telenovela reforça os valores eleitos e disseminados pela emissora.

Palavras-chave: 1. telenovela, 2. Rede Record, 3. análise semiótica.


19 de ago de 2014

CURSO: "Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle"

De 02 a 05/09/2014, a disciplina concentrada “Questions d’énonciation: linguistique et sémiotique visuelle” será ministrada pela professora Maria Giulia Dondero (ULg/FNRS), sob a coordenação do prof. Jean Cristtus Portela, a convite do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa (PPGLLP) da FCLAr/Unesp. Participantes ouvintes serão bem-vindos e receberão certificados, desde que estejam presentes em 3 dos 4 encontros previstos.

A profa. Maria Giulia Dondero é doutora pela Universidade de Milão, professora da Université de Liège e pesquisadora do Fonds National de la Recherche Scientifique. Dondero é editora da revista Signata e atua junto à Associação Francesa de Semiótica e à Associação Internacional de Semiótica Visual. Seus trabalhos sobre semiótica visual abordam o estatuto da imagem fotográfica na estabilização contemporânea dos gêneros visuais.

Os participantes ouvintes poderão se inscrever por meio do seguinte formulário: http://migre.me/l4wQN .

O curso será ministrado das 14h às 18h, na sala 20 da FCLAr/Unesp. Sua ementa está disponível em: http://migre.me/l4wWP .

Queiram, por favor, partilhar esta mensagem com os potenciais interessados.

18 de ago de 2014

CHAMADA DE TRABALHOS 2014 - CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada

Prezados colegas:

Está aberta até 07/09/2014 a chamada para submissão de trabalhos aos CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada, vol. 12, n. 2, dezembro de 2014.

Os CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada (ISSN 1679-3404), revista com estrato Qualis-CAPES B1, têm como objetivo divulgar e debater análises e reflexões teóricas sobre a linguagem, com a finalidade de promover o desenvolvimento científico e institucional das várias correntes metodológicas que estudam o texto e o discurso, com ênfase nas teorias semióticas contemporâneas. A revista publica trabalhos escritos por pesquisadores doutores ou em coautoria com pesquisadores doutores vinculados a instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais.

As diretrizes para autores, que contêm informações sobre o perfil dos trabalhos aceitos e sua formatação, podem ser acessadas em: http://seer.fclar.unesp.br/casa/about/submissions#onlineSubmissions

Cordialmente,

Jean Cristtus Portela
Editor Responsável
CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada

11 de ago de 2014

LIVRO: "Aspectualização pela análise de textos", de Regina Souza Gomes (org.)

O e-book organizado por Regina Souza Gomes, Aspectualização pela análise de textos, traz uma importante contribuição para os estudos sobre o discurso. O conceito de “aspectualização”, ainda pouco explorado, vem ganhando espaço no cenário atual da semiótica discursiva.

Definido por Greimas e Courtés (2008), no Dicionário de Semiótica, como um “procedimento discursivo de instauração de um ponto de vista”, falta homogeneidade no tratamento das questões ligadas à aspectualização. As diferentes abordagens da “aspectualização” são apresentadas ao longo dos capítulos que compõem a obra.

Regina Souza Gomes vem se preocupando com o conceito de aspectualização há certo tempo, sendo responsável pela coordenação de projetos e pela organização de cursos ligados ao tema.

O e-book Aspectualização pela análise de textos apresenta os resultados (trabalhos de conclusão de curso) de disciplinas ofertadas pela organizadora.

A diversidade de questões trazidas ao longo dos capítulos perpassa a aspectualização temporal, a aspectualização actancial, a aspectualização passional e, enfim, a aspectualização espacial. Vale a pena conferir essa obra tão rica!

CAPÍTULOS:
“A construção do impacto por meio da aspectualização temporal”, de Caio Cesar Castro da Silva
“Londres-2012: modalização e aspectualização no caderno especial do jornal Folha de São Paulo”, de Felipe Lima
“Análise semiótica da aspectualização no discurso da presidente Dilma Roussef”, de Mayara Nicolau de Paula
“Aspectualização actancial em canção popular”, de Natália Rocha Oliveira Tomaz
“Aspectualização no discurso em Sylvia Orthof”, de Marcia Andrade Morais Cabral
“O amor em canção de Clarice Falcão: uma análise semiótica da aspectualização”, de Matheus Odorisi Marques
“Aspectualização e paixões: uma análise das dimensões patêmicas no discurso”, de Juliana Oliveira dos Santos
“As paixões e a aspectualização: leitura de cadernos televisivos”, de Tiana Andreza Melo do Nascimento
“Aspectualização espacial: uma proposta de análise”, de Claudia Maria Souza Antunes
“A aspectualização espacial em relatos esportivos”, Margareth Andrade Morais Rubino

31 de jul de 2014

Página dos CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada no Facebook

OS CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada, além das recentes reformulações do site e do projeto gráfico da sua revista, têm o prazer de levar ao ar a sua página no Facebook:
A integração entre o site e a fanpage dos CASA tem como objetivo facilitar a divulgação e o compartilhamento das edições e artigos publicados, além de informações pertinentes ao processo editorial (chamadas para publicação, comunicados, etc.) e a interação com público.

A partir de agora, será possível compartilhar um ou mais artigos do site dos CASA ( http://seer.fclar.unesp.br/casa/index ) nas principais redes sociais (Facebook, Twitter, LinkedIn, etc.) e sistemas de gerenciamento de conteúdo (Blogger, Wordpress, entre outros), bastando para isso clicar na tecla "partilhar", logo abaixo de cada artigo, e selecionar a rede ou canal desejado.

Curta, comente e compartilhe esta iniciativa!

28 de jul de 2014

Chamada para publicação

Revista Acta Scientiarum - Language and Culture (publicação online da UEM - Universidade Estadual de Maringá)
Submissão de artigos para o vol. 37 nº 1 até o dia 15/08/14
Temas: Linguística e Literatura (temática livre)
Mais informações: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciLangCult.

22 de jul de 2014

CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada, Vol.12, n.1, julho de 2014

Prezados colegas:
Acaba de ser publicado o vol. 12, n. 1, julho de 2014, dos CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada: http://seer.fclar.unesp.br/casa/issue/view/502 .
A revista ganhou um novo projeto gráfico e passou a contar com uma versão integral, em formato PDF, que pode ser lida off-line em smartphones, tablets e computadores.
Agradecemos a todos os autores do volume por suas contribuições, assim como aos conselheiros, pareceristas, tradutores, revisores e diagramadores.
Aproveitamos a ocasião para informar que o prazo para submissão de artigos para o vol. 12, n. 2, dezembro de 2014, foi prorrogado para 25 de agosto próximo. Já para esse número, os CASA aceitarão tão somente a submissão de trabalho de autor que seja doutor ou escrito em coautoria com autor doutor.
Boa leitura!
Cordialmente,
Jean Cristtus Portela
CASA: Cadernos de Semiótica Aplicada

21 de jul de 2014

IX SELISIGNO e X Simpósio de Leitura da UEL

IX SELISIGNO e X Simpósio de Leitura da UEL


O evento ocorrerá nos dias 22 a 24 de outubro de 2014.

Inscrição com apresentação de trabalhos até 30 de julho 2014.


Local: Centro de Letras e Ciências Humanas - UEL
Londrina, Paraná

Para saber os valores e modalidades das inscrições, entre outras informações sobre o evento, acesse o site: http://www.uel.br/eventos/selisigno/

SEMICULT - Congresso Internacional de Semiótica e Cultura

SEMICULT - Congresso Internacional de Semiótica e Cultura


O evento ocorrerá nos dias 14 a 19 de setembro de 2014.

Além de apresentar trabalhos é possível se inscrever em diversos minicursos que serão ministrados durante o evento.

Local: UFPB 
João Pessoa/Paraíba

Para saber sobre os prazos e os valores das inscrições, entre outras informações sobre o evento, acesse o site: http://www.cchla.ufpb.br/semicult/

XIII MINIENAPOL DE SEMIÓTICA

XIII MINIENAPOL DE SEMIÓTICA


O evento ocorrerá nos dias 08 a 10 de outubro de 2014.
Os interessados em apresentar trabalho devem se inscrever no site do evento.

Local: Sala 266 do prédio de Letras
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/USP
São Paulo/SP.

Para saber sobre os prazos e os valores das inscrições, entre outras informações sobre o evento, acesse o site:  http://www.fflch.usp.br/dl/semiotica/MiniEnapol/minienapol-home.html

LANÇAMENTO: "Du Sens II" é traduzido para o Português

Sobre o Sentido II não é uma simples continuação de Sobre o sentido I. Com este livro, Greimas, em um gesto decisivo, leva as aquisições da semiótica a domínios que excedem em muito aquele com o qual ela se identifica em um primeiro momento. O texto dito teórico surge assim como que governado por um programa narrativo, pois o autor, ao estudar um prefácio de Georges Dumézil, mostra como este texto se configura como uma busca pela verdade envolta em obstáculos – isto é, em termos analisáveis pelo estudo estrutural da narrativa. Outros textos, à primeira vista surpreendentes, também podem ser incluídos nessa descrição: é examinado, em particular, o programa narrativo de uma... receita de cozinha.

Entretanto, Greimas aborda sobretudo questões ainda mais primordiais que as até então discutidas: o autor propõe a descrição formal da construção do objeto pelo discurso ou do sujeito no discurso quando apresenta notadamente as constelações semânticas do universo do crer e do universo do saber, iniciando um estudo semiótico das paixões (da cólera, por exemplo). O semionarrativo aparece assim como uma forma bem mais ampla que a narrativa literária à qual geralmente está relacionado; ele é a própria trama, não somente da comunicação e da vida social, mas também da vida emocional e afetiva.

Sobre o autor
Algirdas Julien Greimas nasceu em 1917, na Lituânia, e faleceu em 27 de fevereiro de 1992, em Paris. Professor em Alexandria, Ancara, Istambul, Poitiers, em 1965 tornou-se directeur d'études (semântica geral) na École des Hautes Études en Sciences Sociales (Paris). É o fundador, com Roman Jakobson e Émile Benveniste, da semiótica linguística.

Sobre o tradutor
Dilson Ferreira da Cruz é doutor em semiótica pela Universidade de São Paulo e autor, dentre outros, de Estratégias e máscaras de um fingidor – a crônica de Machado de Assis e O éthos do enunciador dos romances de Machado de Assis, ambos publicados pela Nankin Editorial. É também tradutor de diversas obras na área de ciências humanas.

SOBRE O SENTIDO II
Ensaios semióticos
Tradução de Dilson Ferreira da Cruz
ISBN 978-85-7751-088-7
256 páginas - R$65,00

Publicado em julho de 2014 pela Nankin Editorial, em coedição com a Edusp.

26 de jun de 2014

Dissertação - A PERSUASÃO EM TEXTOS SINCRÉTICOS

A dissertação recomendada pelo blog do SSU nesta semana tem como objetivo a análise da persuasão em anúncios produzidos pelo Ministério da Saúde. A perspectiva utilizada é a Semiótica Visual, fundamentada nos trabalhos de Jean-Marie Floch e Antonio Vicente Pietroforte. A pesquisa foi desenvolvida por Lyssandra Maria Costa Torres e defendida em 2013 no programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará.

TORRES, L. M. C. A persuasão em textos sincréticos: uma leitura semiótica de anúncios do Ministério da Saúde. 2013. 87f. Dissertação (Mestrado em Linguística) - Centro de Humanidades, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.


Resumo: Esta dissertação ocupa-se do estudo da persuasão em textos sincréticos à luz da Semiótica Discursiva. Para tanto, discutimos o fazer persuasivo na esfera do percurso gerativo do sentido e o modo como as categorias da dimensão plástica do plano da expressão potencializam o efeito de persuasão em textos sincréticos, a saber, quatro anúncios do Ministério da Saúde. Conduzimos nossa discussão apresentando as definições gerais da persuasão para depois tratá-la em diferentes alçadas: Retórica Aristotélica, Nova Retórica, Linguística e Semiótica Discursiva, em que a persuasão é apresentada como um fazer persuasivo ligado à instância da enunciação. No quadro da teoria semiótica, expomos, com base nos estudos de alguns semioticistas, como Barros (1988; 2005; 2012b), Bertrand (2003), Greimas (1983; 2004) e Greimas e Courtés (2008), as possibilidades da persuasão em cada nível do percurso gerativo do sentido, partindo de alguns conceitos que se ligam a ela, como manipulação, fidúcia e veridicção. Indo além, apoiamo-nos nas contribuições de Floch (1985), e em seus seguidores, como Teixeira (2008; 2009) e Pietroforte (2006; 2007), para apresentar as categorias analíticas da dimensão plástica do plano da expressão (cromáticas, eidéticas e topológicas). A respeito da persuasão no texto sincrético, alguns questionamentos surgiram: se ocorre mais fortemente pela verbal, pela não verbal ou pelas duas dimensões juntas, e, também, se os mecanismos persuasivos exibem conteúdos equivalentes, fazendo-se valer relações semissimbólicas e um efeito enunciativo global. A partir da análise, vimos, dentre outras estratégias, que o enunciador Ministério da Saúde mescla recompensa e ameaça pelos tipos de manipulação, que produz efeitos de subjetividade e objetividade pelas debreagens e que se utiliza de configurações plásticas do plano da expressão para intensificar a persuasão nos textos analisados. Os resultados mostraram que o enunciador ora cria uma imagem de si polida, ora não, apresentando-se, por vezes, como um destinador-manipulador genuíno. 

17 de jun de 2014

COMUNICADO: Próximo encontro do SSU (23/06) foi adiado

Caros, 

Devido à greve docente e técnico-administrativa e à paralisação discente na UNESP, o próximo encontro do SSU, programado para o dia 23/06, foi adiado. O evento será reagendado oportunamente. 

Divulgaremos a nova data no blog do seminário (http://www.seminariodesemiotica.blogspot.com.br/ ), na fanpage ( https://www.facebook.com/seminariodesemiotica ) e pelas listas de e-mail dos grupos de pesquisa. Acompanhem! 

Atenciosamente,

 Equipe organizadora do SSU.

9 de jun de 2014

LIVRO: "Semiótica, Linguística e Tecnologias de Linguagem: Homenagem a Umberto Eco", de Darcilia Simões (Org.)

      O livro organizado por Darcilia Simões traz ricas contribuições da teoria semiótica, que são importantes para diferentes tipos de público (semioticistas, professores, pesquisadores). Centrados no tripé semiose, linguagem e tecnologia, autores do Brasil, Itália e Portugal apresentam, respectivamente, reflexões teóricas sobre a semiótica, homenagens a Umberto Eco, questões sobre o ensino de português e reflexões sobre códigos, linguagens e tecnologias.
       A primeira parte do livro discute a semiótica da cooperação intercultural, os fundamentos da semiótica cognitiva e questões de leitura e escrita na era dos tabletes. Na segunda, foi feita uma homenagem à obra semiótica de Umberto Eco, por meio de reflexões sobre autobiografia e interpretações. O ensino de língua portuguesa é o foco da terceira parte deste livro, em que se discutem a formação de professores, o português como língua não-materna (L2), polifonia, intertextualidade e questões estilísticas. Enfim, a última parte do livro estreita as relações entre códigos, linguagens e tecnologias, refletindo sobre materiais didáticos na web, a língua e a linguagem em rede, educação a distância e a linguagem de sinais (libras).
       Vale a pena conferir esse tão rico material!

       O livro está disponível para download gratuito no site: 
http://www.dialogarts.uerj.br/arquivos/semiotica_linguistica_e_tecnologias_de_linguagem.homenagem_a_umberto_eco__2013.pdf
             

2 de jun de 2014

I CIED - Congresso Internacional de Estudos do Discurso

I CIED - Congresso Internacional de Estudos do Discurso


O evento, organizado pelo GEDUSP (Grupo de Estudos do Discurso da USP), oferece as seguintes modalidades de participação: mesas temáticas, comunicações e pôsteres.

Ocorrerá nos dias 06 a 08 de agosto de 2014.

Local: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/USP
São Paulo/SP.


Para saber sobre os prazos e os valores das inscrições, entre outras informações sobre o evento, acesse o site: http://cied.fflch.usp.br/

PODCAST - "Um Brasil para se ver" e "Enunciação visual?"

Ouça "Um Brasil para se ver", com Mônica Baltazar Diniz Signori (UFSCar) e "Enunciação visual?", com Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp). As palestras foram realizadas no Seminário de Semiótica da Unesp, em 26 de maio de 2014.


Se preferir, faça o download do áudio.


26 de mai de 2014

REVISTAS "DIÁLOGO DAS LETRAS" E "SIGNÓTICA"

REVISTA DIÁLOGO DAS LETRAS
Publicação semestral do Grupo de Pesquisa em Produção e Ensino de Texto vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
Submissão de trabalhos com a temática "Texto / Discurso e Ensino" até o dia 30/05/14
Mais detalhes no site: http://periodicos.uern.br/index.php/dialogodasletras/about/submissions#authorGuidelines.

REVISTA SIGNÓTICA
Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás
Submissão de trabalhos na área de estudos linguísticos até dia 01/07/14
Mais informações pelo site: http://www.revistas.ufg.br/index.php/sig

19 de mai de 2014

A fórmula desenvolvimento sustentável na perspectiva da Semiótica

A dissertação em destaque é de autoria da pesquisadora Júlia Lourenço Costa, defendida em 2013 no Programa de Pós-Graduação em Semiótica e Linguística Geral da FFLCH-USP, sob orientação da Profª. Norma Discini.

Resumo: A proposta da dissertação é analisar o sintagma desenvolvimento sustentável do ponto de vista da possibilidade do diálogo teórico interdisciplinar, visando conjugar a noção de fórmula (Krieg-Planque, 2010), advinda do campo teórico da Análise do Discurso francesa, com o conceito de configuração discursiva (Courtés, 1979-1980 e Fiorin, 1990) formulado pela Semiótica greimasiana. Como fórmula, o sintagma é compreendido como conjunto discursivo, que incorpora determinado momento sócio-histórico, passando a funcionar como sintetizador de questões políticas e sociais. A fórmula remete à cristalização, sob a qual subjazem instabilidades. Como configuração discursiva, o desenvolvimento sustentável é apreendido pelas variações temáticas e figurativas, compreendidas como investimentos semânticos que oscilam entre um núcleo invariante e suas variações de realização. Observa-se então a relação entre o núcleo e as variantes discursivas que orbitam em torno dele, fazendo parte de seu funcionamento linguístico e discursivo. Dessa maneira, a noção de fórmula pode ser pensada pela configuração discursiva própria de cada ato enunciativo que dela se utiliza, os quais, cada qual a seu modo, erigem a significação pretendida. Mediante as análises feitas de cinco anúncios publicitários publicados na revista Veja, entre os anos de 1991 e 2011, e do artigo de opinião O infiel de Luiz Felipe Pondé, publicado no jornal Folha de São Paulo, pudemos depreender que, como configuração discursiva e interdiscursiva, a fórmula funciona na cenografia (Maingueneau, 2008a), enquanto espaço delimitado por uma cena genérica estável. Mas funciona principalmente como instabilidades, à qual subjaz a orientação discursiva do enunciador, apreendida no enunciado. A cenografia é o lugar da semiotização da fórmula, à medida que nesse espaço seu funcionamento instável se reveste pela validação construída na enunciação, além de revestir semanticamente a significação pretendida por meio da configuração discursiva convocada. A semântica do nível discursivo foi priorizada como lugar de observação semiótica do fenômeno fórmula, tendo em vista que por meio dos temas e figuras nela apreendidos, é possível o vislumbre de uma visão de mundo (Fiorin, 2004) compreendida enquanto formação ideológica discursivizada.

COSTA, J. L.A fórmula desenvolvimento sustentável na perspectiva da Semiótica. 2013. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Linguística Geral) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Apresentações: "Um Brasil para se ver" e "Enunciação visual?" (26/05/2014)

O Seminário de Semiótica da Unesp (SSU), evento mensal promovido pelos grupos GPS-Unesp, GESCom e CASA, com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, terá a sua próxima edição no dia 26/05/2014 (segunda-feira), das 14h às 17h, no Anfiteatro C da FCLAr.
Nessa ocasião, haverá duas apresentações:

Um Brasil para se ver

RESUMO: Com base no princípio dialético de uma brasilidade estabelecida no entrecruzamento de olhares lançados pelo outro, para o outro, e para si mesmo, propõe-se contribuir para as discussões sobre o processo de enunciação no âmbito da linguagem visual com a leitura de cinco filmes que, entre os anos de 2003 e 2012, foram selecionados pelo Brasil para concorrerem a uma vaga na disputa ao OSCAR de melhor filme estrangeiro: Cidade de Deus (2003 e 2004), Olga (2005), Dois Filhos de Francisco (2006), Salve Geral (2010) e Tropa de Elite 2 (2012). Considerando que essa seleção visa não apenas representar para o mundo a qualidade da produção cinematográfica nacional, mas também uma imagem do próprio país, objetiva-se verificar em que medida a configuração desses textos está relacionada à criação de um sentimento de brasilidade, para tanto abordando as formas de representação de um sujeito brasileiro situado em coordenadas espaço-temporais visualmente constituídas.

Enunciação visual?
Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp)

Não é preciso fazer inscrição! Basta comparecer no horário do evento. Haverá emissão de certificado para os presentes.

Para maiores informações, acesse:
Participe!

12 de mai de 2014

LIVRO - O ponto de vista em semiótica: fundamentos teóricos e ensaio de aplicação em "A hora da estrela"

     “O ponto de vista em semiótica” apresenta o resultado de uma longa e acurada pesquisa de mestrado desenvolvida por Maria Goreti da Silva Prado (Mestre em Linguística e Língua Portuguesa e Especialista em Teorias Linguísticas e Ensino pela UNESP Araraquara).
    Nesse livro, a autora delineia o trajeto percorrido pelo conceito de ponto de vista em semiótica: do inteligível ao sensível. O trabalho de Maria Goreti apresenta os estudos iniciais que privilegiaram o enunciado e, posteriormente, a enunciação até chegar, enfim, ao conceito de campo de presença, próprio da semiótica tensiva.
     O primeiro capítulo do livro (Enunciação e ponto de vista) mostra como “a singularidade da enunciação é decorrente da escolha de um ponto de vista”. Além disso, apresenta e discute as definições dicionarizadas de ponto de vista – termo comum em diferentes áreas de estudo – a partir dos vieses enunciativo, literário e semiótico.
    No capítulo 2 (Tensividade e ponto de vista), Maria Goreti apresenta o histórico dos estudos tensivos, discorrendo sobre os conceitos de “corpo”, “paixões”, “estesia”, “presença”, “visada”, “apreensão”, “campo posicional”, “fonte”, “alvo” e “controle”. A autora parte de Semiótica das paixões para chegar à Da imperfeição apresentando, neste percurso, a necessidade evidente de expansão do projeto teórico da semiótica.
    Toda essa rica discussão teórica pode ser saboreada em um perspicaz ensaio de aplicação no livro A hora da estrela, de Clarice Lispector (capítulo 3: A construção do ponto de vista em A hora da estrela). Em um trabalho que discute “ponto de vista” subentende-se que a escolha de tal obra possa ser fortemente justificada. A narrativa de Clarice oferece dois pontos de vista que dividem a obra em duas histórias: a de Rodrigo S. M. e a de Macabéa.
     A leitura de “O ponto de vista em semiótica” é indispensável tanto para os semioticistas, especificamente, quanto para o público que se interessa pelos estudos da linguagem e do sentido. Seus leitores podem desfrutar a discussão teórica profunda e pertinente de um conceito tão presente nesse campo de estudos e, ao mesmo tempo, vislumbrar a aplicação desse conceito não apenas no “ensaio de aplicação”, mas também permeando toda a pesquisa realizada.
      O download gratuito do livro encontra-se disponível no site:

5 de mai de 2014

25ª Jornada Nacional do GELNE

25ª Jornada Nacional do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste

O evento oferece as seguintes modalidades de participação:

Simpósios Temáticos: inscrições de 01 de maio a 08 de junho de 2014.

Comunicações orais nos Simpósios Temáticos e em Comunicação Individual e de pôsteres: inscrições de 17 de junho a 03 de agosto de 2014.

O evento ocorrerá nos dias 01 a 04 de outubro de 2014.

Local: na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Campus de Natal.

Para mais informações sobre o evento acesse o site:

12th World Congress of Semiotics

12th World Congress of Semiotics New Semiotics - Between Tradition and Innovation


O evento será promovido pela International Association for Semiotic Studies (IASS/AIS) e  pelo Southeast European Center for Semiotic Studies.

Há diversas modalidades de participação no evento. Consulte o site (abaixo) para maiores informações sobre os prazos de envio de propostas e inscrições. É necessário associar-se à IASS para participar.

O evento ocorrerá nos dias 16 a 20 de setembro de 2014.

Local: New Bulgarian University.
Sofia/Bulgaria

Para mais informações sobre o evento acesse o site:

PODCAST - "Homenagem a Eduardo Peñuela Cañizal (1933-2014)" e "Sobre a categorização social na imagem científica"

Ouça "Homenagem a Eduardo Peñuela Cañizal (1933-2014)", com Jean Cristtus Portela (FAAC/FCLAr) e Neiva Ferreira Pinto (UFJF), e "Sobre a categorização social na imagem científica", com Elizabeth Harkot-de-La-Taille (FFLCH/USP). As palestras foram realizadas no Seminário de Semiótica da Unesp em 28 de abril de 2014.


Se preferir, faça o download do áudio.