26 de jun de 2014

Dissertação - A PERSUASÃO EM TEXTOS SINCRÉTICOS

A dissertação recomendada pelo blog do SSU nesta semana tem como objetivo a análise da persuasão em anúncios produzidos pelo Ministério da Saúde. A perspectiva utilizada é a Semiótica Visual, fundamentada nos trabalhos de Jean-Marie Floch e Antonio Vicente Pietroforte. A pesquisa foi desenvolvida por Lyssandra Maria Costa Torres e defendida em 2013 no programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará.

TORRES, L. M. C. A persuasão em textos sincréticos: uma leitura semiótica de anúncios do Ministério da Saúde. 2013. 87f. Dissertação (Mestrado em Linguística) - Centro de Humanidades, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.


Resumo: Esta dissertação ocupa-se do estudo da persuasão em textos sincréticos à luz da Semiótica Discursiva. Para tanto, discutimos o fazer persuasivo na esfera do percurso gerativo do sentido e o modo como as categorias da dimensão plástica do plano da expressão potencializam o efeito de persuasão em textos sincréticos, a saber, quatro anúncios do Ministério da Saúde. Conduzimos nossa discussão apresentando as definições gerais da persuasão para depois tratá-la em diferentes alçadas: Retórica Aristotélica, Nova Retórica, Linguística e Semiótica Discursiva, em que a persuasão é apresentada como um fazer persuasivo ligado à instância da enunciação. No quadro da teoria semiótica, expomos, com base nos estudos de alguns semioticistas, como Barros (1988; 2005; 2012b), Bertrand (2003), Greimas (1983; 2004) e Greimas e Courtés (2008), as possibilidades da persuasão em cada nível do percurso gerativo do sentido, partindo de alguns conceitos que se ligam a ela, como manipulação, fidúcia e veridicção. Indo além, apoiamo-nos nas contribuições de Floch (1985), e em seus seguidores, como Teixeira (2008; 2009) e Pietroforte (2006; 2007), para apresentar as categorias analíticas da dimensão plástica do plano da expressão (cromáticas, eidéticas e topológicas). A respeito da persuasão no texto sincrético, alguns questionamentos surgiram: se ocorre mais fortemente pela verbal, pela não verbal ou pelas duas dimensões juntas, e, também, se os mecanismos persuasivos exibem conteúdos equivalentes, fazendo-se valer relações semissimbólicas e um efeito enunciativo global. A partir da análise, vimos, dentre outras estratégias, que o enunciador Ministério da Saúde mescla recompensa e ameaça pelos tipos de manipulação, que produz efeitos de subjetividade e objetividade pelas debreagens e que se utiliza de configurações plásticas do plano da expressão para intensificar a persuasão nos textos analisados. Os resultados mostraram que o enunciador ora cria uma imagem de si polida, ora não, apresentando-se, por vezes, como um destinador-manipulador genuíno. 

17 de jun de 2014

COMUNICADO: Próximo encontro do SSU (23/06) foi adiado

Caros, 

Devido à greve docente e técnico-administrativa e à paralisação discente na UNESP, o próximo encontro do SSU, programado para o dia 23/06, foi adiado. O evento será reagendado oportunamente. 

Divulgaremos a nova data no blog do seminário (http://www.seminariodesemiotica.blogspot.com.br/ ), na fanpage ( https://www.facebook.com/seminariodesemiotica ) e pelas listas de e-mail dos grupos de pesquisa. Acompanhem! 

Atenciosamente,

 Equipe organizadora do SSU.

9 de jun de 2014

LIVRO: "Semiótica, Linguística e Tecnologias de Linguagem: Homenagem a Umberto Eco", de Darcilia Simões (Org.)

      O livro organizado por Darcilia Simões traz ricas contribuições da teoria semiótica, que são importantes para diferentes tipos de público (semioticistas, professores, pesquisadores). Centrados no tripé semiose, linguagem e tecnologia, autores do Brasil, Itália e Portugal apresentam, respectivamente, reflexões teóricas sobre a semiótica, homenagens a Umberto Eco, questões sobre o ensino de português e reflexões sobre códigos, linguagens e tecnologias.
       A primeira parte do livro discute a semiótica da cooperação intercultural, os fundamentos da semiótica cognitiva e questões de leitura e escrita na era dos tabletes. Na segunda, foi feita uma homenagem à obra semiótica de Umberto Eco, por meio de reflexões sobre autobiografia e interpretações. O ensino de língua portuguesa é o foco da terceira parte deste livro, em que se discutem a formação de professores, o português como língua não-materna (L2), polifonia, intertextualidade e questões estilísticas. Enfim, a última parte do livro estreita as relações entre códigos, linguagens e tecnologias, refletindo sobre materiais didáticos na web, a língua e a linguagem em rede, educação a distância e a linguagem de sinais (libras).
       Vale a pena conferir esse tão rico material!

       O livro está disponível para download gratuito no site: 
http://www.dialogarts.uerj.br/arquivos/semiotica_linguistica_e_tecnologias_de_linguagem.homenagem_a_umberto_eco__2013.pdf
             

2 de jun de 2014

I CIED - Congresso Internacional de Estudos do Discurso

I CIED - Congresso Internacional de Estudos do Discurso


O evento, organizado pelo GEDUSP (Grupo de Estudos do Discurso da USP), oferece as seguintes modalidades de participação: mesas temáticas, comunicações e pôsteres.

Ocorrerá nos dias 06 a 08 de agosto de 2014.

Local: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/USP
São Paulo/SP.


Para saber sobre os prazos e os valores das inscrições, entre outras informações sobre o evento, acesse o site: http://cied.fflch.usp.br/

PODCAST - "Um Brasil para se ver" e "Enunciação visual?"

Ouça "Um Brasil para se ver", com Mônica Baltazar Diniz Signori (UFSCar) e "Enunciação visual?", com Jean Cristtus Portela (FCLAr/FAAC/Unesp). As palestras foram realizadas no Seminário de Semiótica da Unesp, em 26 de maio de 2014.


Se preferir, faça o download do áudio.