12 de out de 2015

Sugestão de leitura: "Principia Semiotica. Aux sources du sens"


Acaba de ser publicada a obra do Groupe µ, escrita por Francis Édelin e Jean-Marie Klinkengerg: Principia Semiotica. Aux sources du sens,

Há quarenta anos, o Groupe µ, da Universidade de Liège, desenvolve trabalhos interdisciplinares em retórica, teoria da comunicação linguística ou visual e semiótica.

Embora haja muitas teorias da significação, nenhuma se propõe a responder como e porquê nasce o sentido. O livro Principia Semiotica. Aux sources du sens cumpre essa tarefa, a partir dos recentes avanços das ciências da linguagem e da comunicação e dos resultados obtidos pelas ciências cognitivas ao longo de trinta anos.

Assim, os autores mostram que o sentido é sempre proveniente da experiência sensorial de um sujeito e retorna ao mundo via ação, que os mecanismos que regem a formação do sentido são incontáveis (devido ao contraste e ao reagrupamento) e que se o mundo do sentido engloba os símbolos humanos mais complexos, cobre também todo o reinado da vida.

Essa síntese permite ordenar em um quadro unificado fenômenos aparentemente tão diversos quanto às línguas, a interpretação dos textos, a comunicação animal, a invenção da ferramenta etc. A obra traz um resposta rigorosa a questões filosóficas fervorosas, como a emergência e o realismo e, sobretudo, propõe um nova aliança entre as ciências humanas e as ciências da vida.

É possível ler um trecho da obra neste link:

http://www.lesimpressionsnouvelles.com/catalogue/principia-semiotica-aux-sources-du-sens/