21 de mar de 2017

PODCAST: "Linguistique et sémiotique: de l'immanence à la sémiotique des genres", com Alessandro Zinna (DIA 1)


Ouça a primeira das duas aulas do minicurso "Linguistique et sémiotique: de l'immanence à la sémiotique des genres", ministrado pelo Prof. Dr. Alessandro Zinna (Université Toulouse II « Jean Jaurès » ), no âmbito do Seminário de Semiótica da Unesp, de 20 a 21 de março de 2017.

Aula 1 (20/03/2017): "Archéologie et immanence"

Áudios:

Dia 1 - Parte 1

Dia 1 - Parte 2

14 de mar de 2017

Minicurso "Linguistique et sémiotique: de l'immanence à la sémiotique des genres"




Nos dias 20 e 21 de março de 2017, será oferecido na FCL/Araraquara o minicurso "Linguistique et sémiotique: de l'immanence à la sémiotique des genres", ministrado pelo Prof. Dr. Alessandro Zinna (Université Toulouse II « Jean Jaurès » ).

O minicurso é uma promoção do Programa de Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa e do Grupo de Pesquisa em Semiótica da Unesp (GPS-Unesp).

Datas e horários do minicurso: de 20 a 21 de março, das 14h às 17h.
Carga horária total: 6h
Local: FCLAr/Unesp, Anf. D.
Número de vagas: 60.
O minicurso será ministrado em francês, sem tradução para o português.

As inscrições estão abertas até 17 de março, pelo link: http://pitagoras2.fclar.unesp.br/inscricoes/index.php


Sobre o ministrante

Alessandro Zinna é professor titular de semiótica na Université Toulouse II « Jean Jaurès », diretor do laboratório Médiations Sémiotiques, atual responsável pelo Colloque d’Albi e Secretário da Federação Românica de Semiótica. Doutorou-se na Università di Bologna, sob a orientação de Umberto Eco, e atuou como pesquisador no laboratório de A. J. Greimas na EHESS/Paris. É autor de Elementi di Semiotica generativa (em colaboração com Francesco Marsciani, ed. Esculapio, 1991), e organizou Hjelmslev aujourd'hui (ed. Brepols, 1997), Les objets au quotidien (em colaboração com Jacques Fontanille, PULIM, 2005), e La inmanencia en cuestión, vol. I-III (com L. Ruiz Moreno, Tópicos del Seminario,  n° 31, 32, 33, 2014-15).


Programação

20/03 - Archéologie et immanence.
L’archéologie est une méthode immanente visant à dépasser la fermeture du texte. À partir d’une reconstruction de l’immanence en sémiotique, cet essai se propose de montrer que l’archéologie se propose de sortir de la fermeture du texte sans pourtant déroger du principe d’immanence.

21/03 - Formations sémiotiques et genres de discours.
Dans cette recherche nous introduisons une approche dynamique de la culture tout en intégrant le discours, les objets et les pratiques en tant que parties d’une même « formation sémiotique ».
Proposé à l’origine par Michel Foucault, ce concept de « formation discursive" est ici reformulé et étendu afin d’interroger l'archéologie des formations. La seconde partie s’interroge sur les genres de discours récent : en particulier les contraintes de la publicité, de l’information et du spectacle.

13 de fev de 2017

Sugestão de leitura: "Corpo e sentido" - Jacques Fontanille



A partir do livro Corps et sens, de Jacques Fontanille, publicado em 2011 pela PUF, a EDUEL apresenta Corpo e sentido, traduzido por Fernanda Massi e Adail Sobral.

Além do conteúdo original, a versão em português também apresenta o Prefácio de Jacques Fontanille e o Posfácio dos tradutores, intitulado "Corpo e sentido: motivações para traduzir e o percurso de uma tradução".

A obra pode ser adquirida em formato impresso ou e-book no site da editora: http://www.eduel.com.br/corpo-e-sentido.html

"Corpo e sentido concentra-se particularmente no argumento principal de uma teoria semiótica do corpo. O sentido só é apreendido em suas transformações e transposições, quaisquer que sejam elas: a junção e o ajustamento de uma expressão e de um conteúdo, a enunciação que transpõe uma experiência em um mundo significante etc. Para cada uma dessas transformações, deve-se supor uma força que é mobilizada por um actante, ao qual pode-se atribuir a operação. A transformação e o actante que a realiza jamais são, de fato e de direito, isolados: eles reencontram outras transformações em curso, e outros actantes, implicados na mesma situação semiótica e imersos no mesmo ambiente de sentido."

24 de out de 2016

Cronograma das próximas reuniões do Lesem


Bom dia, caros colegas,

não percam as próximas reuniões do Lesem. Confiram as datas e os textos dos nossos ateliês de Semiótica e Historiografia Linguística.

Cronograma

Ateliê de Semiótica:

08/11: L'énonciation comme acte sémiotique, Joseph Courtés (p. 36 – 60).

13/12: A enunciação, Jacques Fontanille (In: Semiótica do discurso, p. 255 – 286).



Ateliê de Historiografia Linguística:

08/11: O problema da metalinguagem na historiografia linguística, Konrad Koerner (p. 75-90).

13/12: O problema da ‘influência’ na historiografia linguística, Konrad Koerner (p. 91-102).






19 de out de 2016

Sugestão de leitura: "VALEURS: Aux fondements de la sémiotique"

 

Fruto do trabalho de pesquisadores de cerca de 15 países, os 32 artigos aqui reunidos propõem, inicialmente, uma reflexão conceitual e uma reflexão sobre a questão do valor no seio da teoria semiótica.

Em seguida, eles contribuem com uma avaliação de sua eficácia heurística por meio da análise de diversos corpus provenientes de diferentes domínios.

Por fim, apresentam novas pistas sobre os estudos culturais e projetos interdisciplinares.

Disponível nos formatos digital e impresso.

Mais informações em: Valeurs: Aux fondements de la sémiotique

12 de set de 2016

Sugestão de leitura: "Em torno do acontecimento. Uma homenagem a Claude Zilberbeg"

Será lançado na quarta-feira (14/09), no IV Simpósio Internacional de Análise do Discurso (SIAD), realizado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o livro Em torno do acontecimento: uma homenagem a Claude Zilberberg, organizado por Conrado Moreira Mendes e Glaucia Muniz Proença Lara.   



Trata-se do primeiro livro da coleção Semiótica & Discurso, da Ed. Appris, que abre as possibilidades de publicação para as pesquisas na área.

O livro contém contribuição de inúmeros semioticistas brasileiros e estrangeiros. Confira:  

CAPÍTULO 1 - CLAUDE ZILBERBERG E A PROSODIZAÇÃO DA SEMIÓTICA, de Luiz Tatit

CAPÍTULO 2 - UM DIÁLOGO IMAGINÁRIO ENTRE CLAUDE ZILBERBERG E ERIC LANDOWSKI: EM TORNO DO ACONTECIMENTO, DA ÁLEA E DO ACIDENTE, de Jacques Fontanille

CAPÍTULO 3 - A SEMIOLOGIA EM APÓFASE, de Sémir Badir

CAPÍTULO 4 - INTERTEXTUALIDADE: TENSÕES E JUÍZOS, de Norma Discini

CAPÍTULO 5 - ACONTECIMENTO E EXERCÍCIO: AS CIDADES DE SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO, SÃO PAULO E LONDRES NA OBRA DE CAETANO VELOSO, de José Américo Bezerra Saraiva

CAPÍTULO 6 - O ACONTECIMENTO NO ATO DE LEITURA: UM ESTUDO DE CASO, de Ivã Carlos Lopes e 
Eliane Soares de Lima

CAPÍTULO 7 - EUREKA! O ACONTECIMENTO EDUCACIONAL EM GÊNEROS DIGITAIS, de Daniervelin Renata Marques Pereira e Ana Cristina Fricke Matte

CAPÍTULO 8 - MEMÓRIAS DA GUERRILHA: ACONTECIMENTO E HISTÓRIA, de Luiza Helena Oliveira da Silva

CAPÍTULO 9 - ACONTECIMENTO E EXERCÍCIO NO FOTODOCUMENTARISMO DE GUERRA, de Silvia Maria de Sousa e Paula de Souza Soares

CAPÍTULO 10 - ACONTECIMENTO E ESTRATÉGIAS POLÍTICAS: O CASO DA LUTA ARMADA BRASILEIRA, de Oriana de Nadai Fulaneti

CAPÍTULO 11 - A TENSIVIDADE, O ACONTECIMENTO E O TEXTO DA DANÇA: A SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA EM CENA, de Isabel Cristina Vieira Coimbra Diniz

CAPÍTULO 12 - A PRIMAZIA DO ACONTECIMENTO: TENSÃO ENTRE ACONTECIMENTO E ESTADO NO DOMÍNIO RELIGIOSO, de Sueli Maria Ramos da Silva

CAPÍTULO 13 - ACONTECIMENTO NAS ESTÉTICAS LITERÁRIAS: ENTRE FLUIDEZ E NITIDEZ, de Carolina Tomasi

CAPÍTULO 14 - ACONTECIMENTO E DISCURSO POÉTICO: UMA ANÁLISE DA ABORDAGEM MÍTICA DA ORIGEM DE PORTUGAL EM MENSAGEM, DE FERNANDO PESSOA, de Glaucia Muniz Proença Lara e
Clebson Luiz de Brito

CAPÍTULO 15 - O ACONTECIMENTO ENUNCIATIVO NA SEMIÓTICA DA IMAGEM, de Marion Colas-Blaise e 
Maria Giulia Dondero

CAPÍTULO 16 - ACONTECIMENTO, FIDÚCIA E CONCESSÃO: UMA LEITURA SEMIÓTICA DO CASO ISABELLA NARDONI, de Conrado Moreira Mendes

CAPÍTULO 17 - QUANDO UM SENTIDO BUSCADO EMERGE: ARQUIMEDES E O ACONTECIMENTO, de Elizabeth Harkot-de-La-Taille

Veja a programação completa do IV SIAD 2016: https://simposioad.wordpress.com/ 

8 de ago de 2016

Travessias - V Congresso Internacional da ABES

A Associação Brasileira de Estudos Semióticos - ABES promove o seu V Congresso Internacional, que será realizado na Universidade Federal Fluminense, em Niterói, RJ, entre os dias 4 e 7 de abril de 2017. "Travessias" é o tema do congresso.

Para maiores informações, acesse: